Language:

Tapajós

Lago Verde

Lago Verde Lago Verde Lago Verde Lago Verde Lago Verde Lago Verde

O Lago Verde possui cerca de 165 hectares e margeia a Vila de Alter do Chão. Caracteriza-se como uma “ria”, pois é formado pelo represamento da bacia pelo Rio Tapajós. Este lago é alimentado por dois igarapés principais, Jutuarana , Sonrisal, cabeceiras do macaco e miritapina e mucaem. 

As águas do rio Tapajós são classificadas como claras, o mais transparente entre os tipos de rios da Amazônia, permitindo a entrada de luz até níveis mais profundos e possuindo tonalidade esverdeada.

No que tange as características da vegetação que pode ser encontrada em Alter do Chão e seu entorno estão incluídas savanas, florestas, igapós e campinaranas3, além de capoeiras, que são as florestas secundárias. A maioria das espécies arbóreas as savana é adaptada ao fogo, como o murici (Byrsonima crassifólia), Salvertia convallariaeodora e Qualea grandiflora. O solo é coberto por capins, e os mais abundantes são Trachypogon plumosus e Paspalum caranatum. Na savana, é freqüente a formação de “moitas” com arbustos e árvores. 

Dentre as espécies arbóreas encontradas na área, em fragmentos de remanescentes florestais que surgem dentro da savana foram identificadas mais de 117 espécies de diâmetro e altura maior que as árvores encontradas nas florestas imediatamente contíguas às savanas, dadas às facilidades de acesso, tendo sido estas áreas mais alteradas. Muitas delas foram utilizadas como plantações de seringa para a extração do látex.

Nas áreas inundáveis periodicamente pelas cheias do rio, aparece a vegetação de igapó, formando buritizais e caranazais. Também pode ser observada com menor participação, a presença de campinaranas, que possuem uma vegetação de dossel bastante regular, com árvores mais baixas, de menor diâmetro e mais abundantes que na floresta.


Tapajós Aventura

Copyright © 2020. Tapajós Aventura. Direitos reservados.