Language:

Blog

Bem-vindo ao Tapajós

Bem-vindo ao Tapajós

  • 26/01/2016

Plano Encontro, assim foi intitulado o Plano Estratégico de Turismo dos municípios de Santarém e Belterra. As duas cidades no Oeste do Pará receberão investimentos para desenvolver seus atrativos turísticos pelos próximos 10 anos. Numa síntese, o Plano é um planejamento orgânico, dinâmico e em constante evolução baseado na necessidade de fazer ‘acontecer’ e de promover o desenvolvimento sustentável de uma das áreas que mais gera recursos no país, a turística. Para se ter uma ideia, o turismo no Pará de 2006 a 2014 cresceu quase o triplo do índice registrado pelo turismo doméstico no Brasil no mesmo período (Setur/PA).

Estruturada em três fases distintas e complementares a ação, analisou a situação atual do turismo na região e também em vários âmbitos, a partir da síntese anterior foi definida a estratégia que será executada no futuro e posteriormente foram estabelecidos os planos operacionais de desenvolvimento e marketing, além das atividades para consolidar as metas e objetivos do Plano.

“Nós conseguimos dar um grande passo que foi planejar o desenvolvimento turístico não somente de Santarém, mas também de Belterra para os próximos dez anos. Estamos criando um novo destino turístico na Amazônia, que se chama “Tapajós Amazônia Espetacular’ e em quatro, cinco anos queremos que este fique conhecido e se consolide tanto no mercado internacional como nacional. Em uma década esperamos ser a melhor experiência turística na região. Sei que é bem ousada as características do plano, mas estamos animados”, afirmou o secretário municipal de Desenvolvimento e Turismo, Valdir Matias Júnior.

Situado entre Belém e Manaus, o município de Santarém é um santuário natural que atraí visitantes de todas as partes do mundo, que chegam à ‘Pérola do Tapajós’ motivados não somente por suas paisagens únicas, mas também pela culinária diferenciada e cultura peculiar, que inclui dança, costumes e artesanato. Belterra não fica atrás e se destaca pela rica floresta e praias, além de prédios históricos que guardam fidedignamente o passado daquele lugar. A região faz jus à famosa biodiversidade característica da Amazônia sendo um mosaico de cenários.

Com um potencial indiscutível para o Ecoturismo, Santarém foi escolhida pelo MTUR, em 2010, para ser um laboratório de experiências que pudessem se tornar referência para outros destinos em diferentes graus de desenvolvimento do segmento de Ecoturismo (Projeto Destinos Referência em Segmento Turístico). A cidade também foi selecionada como um dos 65 Destinos Indutores, a partir de roteiros que já possuíam uma infraestrutura turística básica, com atrativos qualificados, capazes de atrair e distribuir visitantes às próprias cidades do seu entorno. Além de estar entre os 23 municípios prioritários para o turismo no Plano Ver-o-Pará e ser porta de entrada para outras localidades que compõe Polo Tapajós (metodologia de divisão de áreas turísticas usada pela Secretaria Estadual de Turismo do Pará).

O turismo na região é promissor sobretudo em Santarém. Em 2013, dos turistas que passaram pela cidade, 235.201 eram visitantes nacionais e 4.534 estrangeiros, conforme dados conjuntos do DIEESE, SETUR e Semdetur. A receita direta do turismo nacional chegou ao montante de R$ 136.554.864,00 e a do turismo internacional aos R$ 2.575. 312,00. Na temporada 2012/2013 foram 45 navios de cruzeiros no destino, totalizando 28. 164 cruzeiristas, sendo a estimativa de gasto de cada um de R$ 304,80. Na parte hoteleira a ocupação chegou a mais de 60%.

 

Por: Dannie Oliveira*/ Revista Vox S/A

Compartilhe esse post:

Pesquisa

Categorias

Tapajós Aventura

Copyright © 2020. Tapajós Aventura. Direitos reservados.